<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7876992\x26blogName\x3djoaoscottex\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/\x26vt\x3d7900938790244365435', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Temos novo Papa - Bento XVI

Ratzinger

"HABEMUS PAPAM", Joseph Ratzinger - Papa Bento XVI - guarda do Dogma Católico (leia-se antiga INquisição) e agora Sumo Pontífice, cardeal extremamente conservador, talvez os cardeais tenham querido conservar o seu poder, enfim, a ver vamos se a bandeira do vaticano não se transforma.

Juventude Hitleriana, puberdade no Exército do 3º Reich. E que mais, não augura nada de bom. Heil Ratz, Heil!

A Igreja Católica talvez tenha virado à direita, acentuando a separação das comunidades europeias em relação à Igreja, logo agora que o tema mais debatido em Portugal é a IVG, Direito à Vida ou melhor, aborto às 10 semanas de gravidez (talvez porque não tenham mais nada para discutir, ou para tapar os olhos e ouvidos).`

É pena que não tenha sido escolhido o D. José Policarpo, não só por ser português, mas porque significava uma maior abertura, dentro do possível, claro, mas ainda assim um homem muito mais habituado ao diálogo e aberto às alterações sociais e políticas deste novo século. Mas, vamos ver o que dá, também não temos outra alternativa.

« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »