<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7876992\x26blogName\x3djoaoscottex\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/\x26vt\x3d7900938790244365435', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

1 de Abril - Dia das Mentiras.

"O dia 1 de Abril é o dia do ano, em que, nos lembramos aquilo que somos nos restantes 364 dias."
Origem do "Dia das mentiras":
- No distante ano de 1564, Charles IX, rei de França, decidiu adoptar o calendário Gregoriano. Até aí, o início do ano era comemorado na semana entre 25 de Março e 1 de Abril, coincidindo com o equinócio do Sol, início da Primavera. Com a adopção do novo calendário, o ano passou a iniciar-se a 1 de Janeiro, o que constituiu uma verdadeira revolução para a época. Muitas pessoas, por ignorância e conservadorismo, recusaram-se a acreditar nesta alteração. Os adeptos do novo calendário, passaram a chamar aos "descrentes" os "Tolos de Abril", convidando-os para festas imaginárias a 1 de Abril, pregando-lhes toda a espécie de partidas. A brincadeira pegou, e gradualmente, acabou por se espalhar pela Europa e pelo mundo, nomeadamente com o auxílio da comunicação social, que habitualmente neste dia, não resiste, no meio de outras notícias, a inventar um ou dois disparates, geralmente bem-humorados e que nos fazem rir. Nós próprios, acabamos por colaborar, já que temos, muitas vezes o hábito de também pregar pequenas partidas, que vão desde, pequenas mentiras, inventar histórias e por aí adiante... Obviamente, que o objectivo não é enganar ninguém. Pelo contrário, o objectivo destas pequenas e inofensivas partidas, é fazer com que todos se riam, nomeadamente as vítimas das partidas.
Provérbio: "No dia 1 de Abril vai o tolo onde não há-de ir".
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »