<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7876992\x26blogName\x3djoaoscottex\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/\x26vt\x3d7900938790244365435', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Novo Código da Estrada.

Entra em vigor, no Sábado 26 de Março de 2005, o NOVO CÓDIGO DA ESTRADA, para quem tiver dúvidas, espero que as esclateça rapidamente, pois, as coimas são elevadas e de pagamento imediato. Caso queiram ver satisfeitas as vossas dúvidas vão até - http://www.fastaccess.pt/cgi/cgi-bin/newsletternovocodigo.asp ou http://www.segurancarodoviaria.pt/site/main.php
Em minha opinião, este novo código, vai resolver mais alguns problemas existentes, na forma como os portugueses encaram a condução numa via pública, pela forma mais negativa, a repressão. Contudo, acho que talvez venha a resultar, mas a repressão punitiva, pela via pecuniária, de um povo já tão agredido, pelo estado, na sua capacidade financeira, trará aos mais incautos e inconscientes, problemas económicos e sociais de difícil resolução, a não ser pela via judicial e consequente entupimento dos tribunais.
O estado português, julga também, ter encontrado mais uma forma de fazer crescer a receita pública, por via da célere cobrança de coimas sobre infracções ao código, o que é manifestamente errado, pois, não estão a tentar resolver o problema da sinistralidade nas estradas, mas sim a financiar o estado.
A problemática da sinistralidade rodoviária em Portugal, tem quanto a mim, origem mais profunda e de difícil resolução, porque eu sou um condutor que faz, em média 300 Km p/ dia, como tal assisto em 1ª fila, a um número exagerado de manobras perigosas efectuadas pelos mais variados tipos de condutor. Não vou sequer, ser capaz de enumerar, o tipo e a personificação de cada uma delas, mas posso garantir, que todas elas têm como base, uma profunda falta de respeito pelos outros, o que nem é de estranhar, pois é perfeitamente normal, identificar este tipo de comportamento em quase todo o tipo de situações da nossa vida.
Na minha humilde opinião penso que o governo (e diferentes entidades responsáveis mais directamente por esta problemática), deveriam incentivar a educação e o civismo a todos nós, porque a grossa maioria das pessoas, nem como simples pedrestres, num qualquer Centro Comercial, sabem como transitar. Eu exemplifico, com uma pergunta:
- Quantos de vocês, ao circular a pé num Centro Comercial, não tiveram o problema de terem que se desviar de um(a) qualquer energúmeno(a), que nem sequer sabe, que como pedestre, deve sempre ceder a esquerda a pessoa que vem pela sua frente?
Pois, acho que para evoluirmos como povo devíamos voltar ao mais básico, ter aulas de Educação Cívica.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »