<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7876992\x26blogName\x3djoaoscottex\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://joaoscotex66.blogspot.com/\x26vt\x3d7900938790244365435', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Olhar



Olho!
Fixamente.
Não consigo ver-te!?...
Quando olhamos conseguimos ver o que queremos? Sim e não.
Não, olho e não te vejo! Não, olho e vejo-te! Quero e não olho para o que vejo.
Sim, vejo que não olho. Sim, olho para o que quero ver.
Estás aí? Eu encontro-te com o olhar.
Olha-me nos olhos! Vês-me?
Eu também te vejo.
Que belos olhos tens! Negros, profundamente negros.
Olho para os teus olhos e não vejo que me vês.
Procuro-te dentro do negro dos teus olhos.
Não!
Agora fiquei aprisionado para sempre nos teus olhos.
Sim...
Não os abras mais...
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »